Ensino Fundamental II

Colégio de Sorocaba tem aula de Educação Socioemocional entre as disciplinas semanais

30/10/2020

Programa adotado pelo COC Sorocaba visa abrir espaço para compartilhamento e reflexão. Em tempos de isolamento social, a iniciativa tem mostrado o quanto é importante para o bem-estar dos alunos.


Assim como Matemática, Língua Portuguesa, Ciências e História, a Educação Socioemocional também faz parte da grade curricular dos estudantes do COC Sorocaba – Santa Rosália.


Toda semana, os alunos do Ensino Fundamental têm aulas que fazem parte do Projeto Amigavelmente, que traz atividades que estimulam reflexões acerca dos sentimentos e de como reagimos a eles, com intuito de trabalhar aspectos emocionais, sociais e éticos.


Por meio de um material rico e fundamentado com vídeos, desenhos, músicas, textos e outros, as crianças trabalham autoconhecimento, autocontrole, senso crítico, resolução de conflitos, autonomia, cooperação, empatia, entre outras questões fundamentais.


“Acreditamos em uma educação que pensa o indivíduo de maneira mais completa e complexa, por isso implantamos neste ano o programa Amigavelmente, da Pearson, em nosso colégio, pois muito além dos conteúdos das disciplinas tradicionais, sabemos a importância de se trabalhar aspectos emocionais e o quanto isso impacta na qualidade de vida. Independentemente das escolhas profissionais de cada um, essas ferramentas serão necessárias para uma vida mais equilibrada em sociedade”, frisa Raul Mascarenhas Fonseca, diretor do COC Sorocaba.


Segundo ele, o projeto, que já estava sendo conduzido deste o início deste ano, revelou ainda mais seu potencial neste momento de pandemia, em que os estudantes estão isolados em casa e sem contato direto com o ambiente escolar: professores, diretores, funcionários e, principalmente, seus companheiros de classe.


“Sinto, não apenas como profissional da educação, mas também como pai, o quanto ir para a escola faz falta para a rotina das crianças. Não se trata apenas da questão dos conteúdos, mas de todas as relações emocionais e interpessoais que são estabelecidas nesse local. E a gente percebe o quanto as aulas do Amigavelmente representam um momento de acolhimento especialmente neste momento.”


Assim, os estudantes são estimulados a refletir sobre os mais diversos sentimentos e situações, Sobretudo na quarentena, quando é preciso lidar com uma avalanche de notícias tristes e difíceis, sentimentos como ansiedade, angústia, medo, tédio e solidão podem vir à tona.


“Na pandemia, as emoções estão ainda mais à flor da pele e, nessas aulas, eles têm oportunidade de escutar e desabafar com as reflexões propostas pela professora. Na idade deles, sozinhos, refletir sobre determinadas questões seria muito difícil, eles não teriam autonomia e maturidade. Por isso, a importância de um projeto como esse”, enfatiza Larissa dos Santos Eufrásio Leite, coordenadora do Ensino Fundamental 1.


Nomear emoções e exercer empatia


É importante ressaltar que nas atividades do Amigavelmente uma questão que é sempre mencionada é que quando o assunto são os sentimentos, não há certo nem errado, mas o importante é respeitar suas emoções e também a dos outros.


A ideia é primeiramente reconhecer e nomear as emoções, e a partir disso refletir sobre como cada um reage a elas e de que maneira pode trabalhar para conseguir lidar com as situações da melhor maneira possível, levando em consideração questões individuais e também coletivas.


“A gente acredita que desta forma exercitamos a empatia, o diálogo e a cooperação”, frisa Talita Stephany Andreotti Dyna Corrêa, também coordenadora do Ensino Fundamental 1.


As coordenadoras informam que o envolvimento dos alunos com o projeto é excelente e que eles participam com entusiasmo e terminam a aula já esperando pela próxima.


Professores e pais


Para capacitar os educadores para o trabalho com as atividades do Amigavelmente, todos passaram por um treinamento ministrado Pearson. Implantado inicialmente no Ensino Fundamental, as bases do programa ainda são aplicadas em encontros desenvolvidos esporadicamente com estudantes do Ensino Médio.


Aliás, o colégio também recebe ótimos feedbacks de pais e mães sobre o impacto positivo das atividades com os filhos.


“Recebemos muitos retornos dos pais que agradecem o espaço, que acaba servindo de abertura para um diálogo que pode ser aprofundado e estendido no ambiente familiar”, comenta a diretora Annaluci Corrêa.


Para saber mais sobre a proposta pedagógica do colégio, acesse o site do COC Sorocaba.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

13/03/2020
Projeto Dengue - Infantil 5
Trabalhar a cidadania desde a infância é um dos compromissos assumidos pelo COC Sorocab...
CONTINUE LENDO
03/09/2018
Exercícios
  É através de atividades lúdicas que a professora de educação física Luciana, da educ...
CONTINUE LENDO
20/02/2019
Vice-presidente
O novo vice-presidente de educação básica do grupo Pearson começou suas visitas pelas escolas do...
CONTINUE LENDO
13/06/2019
Livro: “Cocô de passarinho”
Era uma vez uma cidade que tinha tanto, mas tanto passarinho que as pessoas começaram a andar...
CONTINUE LENDO